O LABORATÓRIO

Somos o IMUNOLAB, laboratório especializado e dedicado exclusivamente aos estudos de Histocompatibilidade e Imunologia para Transplantes de órgãos sólidos e tecidos pela tipificação de Antígenos de Leucócitos Humano (HLA) e detecção de anticorpos específicos anti-HLA para avaliação de compatibilidade genética entre receptor e doador para o transplante. Atualmente, contamos com uma equipe de profissionais com cursos de graduação, pós-graduação em nível de Mestrado, Doutorado e com formação em Medicina, Biomedicina, Farmácia e Biologia. O laboratório, também, se dedica às avaliações imunológicas pós-transplante de pacientes, visando à detecção de rejeições e realiza tipificação HLA para estudo de doenças.

As atividades de Imunologia de Transplantes no estado de Minas Gerais se iniciaram no IMUNOLAB em 1981, com o objetivo de atender a equipe de médicos transplantadores do Centro de Transplante Renal do Hospital das Clínicas. Ele era o único a fazer transplante renal na época e estava quase encerrando suas atividades por falta de suporte técnico e científico na área de Imunologia de Transplantes. Assim, assumimos essa responsabilidade para ajudar na continuação dos transplantes no Hospital das Clínicas, mantendo esta atividade até hoje e prestando serviços de alta complexidade para o Sistema Único de Saúde do Ministério da Saúde. Em julho de 1981 foi realizado o primeiro transplante renal com sucesso sob nossa avaliação imunológica, tendo como receptor o filho e doadora a mãe. Com o sucesso desse primeiro transplante, esse suporte foi estendido para outros novos centros transplantadores criados em Belo Horizonte e em outras regiões do estado de Minas Gerais. Com a experiência adquirida com o transplante renal e ao longo de 34 anos de atividades, outros transplantes como os de coração, pâncreas, pulmão, córnea, limbo e de medula óssea são realizados atualmente com a participação do IMUNOLAB.

Com mais de 34 anos de atividades nessa importante área da medicina, o IMUNOLAB é considerado pela comunidade médica como pioneiro no estado, mantendo parceria essencial à realização de transplantes de órgãos e tecidos humanos em Minas Gerais e no Brasil, com sua vinculação aos Bancos Brasileiros de Receptores e Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME/REREME). Assim, o IMUNOLAB realiza todos os exames para transplante de órgão sólidos e de medula óssea usando elevado nível de conhecimentos científicos, tecnologia de alta complexidade e automatização para estudo do DNA humano.

O IMUNOLAB está localizado na região hospitalar de Belo Horizonte, com instalações amplas, equipamentos modernos e informatização de todas as etapas dos processos, desde o atendimento ao paciente até a liberação de laudos de resultados.

MISSÃO

Oferecer serviços com qualidade certificada, acurácea e agilidade na avaliação imunogenética de receptores e doadores para transplante de órgãos e tecidos, assegurando a validade e a precisão nos resultados obtidos, usando tecnologias modernas.

VISÃO

Ser um laboratório de referência na prestação de serviços de alta qualidade em Histocompatibilidade e Imunogenética de Transplantes no Brasil e contribuir com produção científica para aumentar os conhecimentos nessa importante área da medicina.

VALORES

-Trabalhar sempre dentro da ética e das boas práticas médicas e laboratoriais;

-Comprometimento;

-Responsabilidade Social;

-Ter o conhecimento atualizado na área.

CREDENCIAMENTOS

Para manter sua atividade plena e legal, o IMUNOLAB tem autorização de funcionamento da Vigilância Sanitária de Belo Horizonte, sendo credenciado pelo Sistema Nacional de Transplantes do Ministério da Saúde (SNT/MS), Associação Brasileira de Histocompatibilidade (ABH), regulamentado pelo Conselho Regional de Medicina (CRM), Conselho Regional de Biologia (CRBio) e conveniado com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Faz parte da rede de laboratórios do Instituto Nacional do Câncer desde a criação do Banco Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea – REDOME, e do Banco Nacional de Receptores de Medula Óssea – REREME.

CORPO CLÍNICO DE PROFISSIONAIS

O laboratório é constituído de uma equipe especializada com vários profissionais das áreas de Biologia, Biomedicina e Farmácia. O responsável técnico, Dr. Evaldo Nascimento, possui cursos de graduações em Ciências Biológicas pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC MG) e em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Especialista em histocompatibilidade pela Associação Brasileira de Histocompatibilidade (ABH), tem cursos de mestrado e doutorado pelo Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais. É professor adjunto aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais, pós-doutorado em Imunologia pelo National Institutes of Health, MD, USA e em Histocompatibilidade no Laboratório de Histocopatibilidade do Belfast City Hospital, Belfast, Irlanda. Membro efetivo da ABH, Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO) e da American Society of Histocompatibility (ASHI), USA. Atualmente, ocupa o cargo de professor adjunto do Instituto de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Médicas de Belo Horizonte, Minas Gerais.

A responsável técnica substituta, Dra. Raquel Aparecida Fabreti de Oliveira, possui graduação em Ciências Biológicas (2002), é especialista em histocompatibilidade pela Associação Brasileira de Histocompatatibilidade-ABH (2006), mestrado em Genética pelo Programa de Pós-Graduação em Genética do Departamento de Biologia Geral (ICB/UFMG), é doutora em Bioinformática pelo Programa de Pós-graduação em Bioinformática dos Departamentos de Bioquímica/Imunologia (ICB/UFMG) e Ciência da Computação (ICEx/UFMG). Pesquisadora da Rede Brasil de Imunogenética, atualmente ocupa o cargo de professora adjunta do Instituto de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Médicas de Belo Horizonte, Minas Gerais.

O responsável legal e administrativo, Alexandre Vilela Nascimento, é engenheiro, gestor administrativo e financeiro.

Esse trabalho especializado de alta complexidade é realizado durante 24 horas, o que tem contribuído para transformar o estado de Minas Gerais em um dos pioneiros em transplantes de órgãos e tecidos no Brasil segundo a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO).